sábado, 14 de fevereiro de 2009

Seria Esse O Nosso Futuro?

O mundo está ferrado. Isto é, o futuro do mundo, para ser mais preciso. Esse futuro que para muitos não irá acontecer, porque depois de 2012, se os Maias acertarem, todos nós estaremos no saco. Eu, sinceramente, tenho minhas dúvidas sobre essas profecias, é fato que os caras também são “profissa”, pois muitas coisas que eles já previram já aconteceu, eles não são meros Nostradamus, que já errou, mas deve ter sido por falta de compreensão dos sábios que não souberam interpretar. Também quem sou eu, para falar destes caras, se o meu campo de atuação são crônicas e contos. Eu não to nessa área de profetização, de adivinhação, é muito complexo, exige muito estudo, muito aprofundamento. O lance mesmo é que as pessoas não sabem interpretar textos complexos como esses; seja por falta de capacidade intelectual ou porque realmente não se tem todos os dados ou as obras completas; não se tem recurso, pois estes foram apagados da história por uma Instituição que preza o bem da humanidade.
Bem tirando então essa possibilidade de um próximo fim, porque cara, eu sou humano, eu gosto de viver por isso não quero pensar na morte tão rápida, falando isso estou sendo altamente hipócrita, pois eu vivo no Rio, mas fazer o que? A gente só pensa na morte quando estamos a uns vinte segundos dela. As outras opções que eu acho que nos restam são os futuros da ficção científica, que são apenas três opções, a meu ver.
A primeira opção seria também a melhor opção, porque é a mais bonitinha, pacífica, irreal e utópica; é o futuro feliz, que o homem vai conseguir viver de bem com a tecnologia. O sonho de o homem andar lado a lado de um robô, das viagens espaciais e possíveis contatos com outros seres da galáxia, finalizando, a irreal mistura de Jetsons com Jornada nas Estrelas.
A segunda opção, já é bem pior e mais real, seria o futuro controlado por um ditador de direta, seria como a ditadura militar do Brasil, aquela ordem aparente sobre o caos decadente. Seria um mundo com grande avanço tecnológico. Os guardas seriam robôs, não haveria exército, pois só haveria um grande país, seria o lindo futuro totalitário que é retratado nos livros Admirável Mundo Novo e 1984.
A terceira e última opção, e também a pior delas, e a mais provável que aconteça, se as coisas não mudarem, seria a de um mundo cyberpunk. Seria um futuro com alto nível tecnológico com um baixo padrão de vida. Seria um governo tecnocrata, governado por ditadores totalitários, que seriam estes, chefes de multinacionais. Seria a privatização do “Estado”, mega computadores do “Estado” controlariam tudo: fábricas, cidades, pessoas, o dia, a noite, a vida, a morte. Nesse mundo não dá pra se distinguir direito o que é real e o que é virtual, pois o irreal é cada vez mais real e o real é cada vez mais irreal. O homem só existiria porque é ele quem faz a economia, quer dizer, o consumo girar. As cidades seriam caóticas; alto nível de miséria, grande índice de criminalidade virtual e real, os problemas ecológicos não teriam mais sentido, pois já estaria tudo ao extremo. O caos controlado.
Eu não queria que o mundo virasse cyberpunk, mas é possível. O caos e a degradação social, o descaso do governo e a privatização; já temos. Também são reais esses mega conglomerados empresariais, essas junções canibais. A tecnologia avança mais a cada dia, os problemas ambientais, nem se fala; também não faltam candidatos a ditadores. Só falta um avanço dessa tese, uns neons roxos e verdes, uns robôs, a constante chuva ácida e a China virar a nova superpotência

3 comentários:

  1. Meu filho de peso e viagem, gostei muito do teu blog, nem sempre é fácil colocar os pensamentos e os sentimentos pra fora, como você os coloca, muito maneiro, continue assim, pois é uma ótima terapia p/ ambos, leitor & autor. Vou adicioná-lo nos blogs amigos. Um abraço. Marcos.

    ResponderExcluir
  2. muahahah
    acho que alguém aqui tá com medo do fim do mundo , muahaha!

    e Nostradamus não Errou (ainda), segundo a interpretação dos desenhos dele ( ou rés a lenda, do filho dele), até onde vai o meu medíocre conhecimento, o mundo vai acabar durante o alinhamento da tal "roda do tempo" (composta pela órbita de algúns satélites , planetas e do sol), a alinhamento já aconteceu uma vez (durante a decada de 80, eu acho) e vai acontecer de novo em 2012.....Mas enfim, eu não sou especialista no assunto, só vejo mais discovery do que deveria...

    Quanto as teorias para o futuro, eu proponho uma 4a: fica tudo do jeito que está. Só que com mais comida enlatada e mais robôs japoneses.

    abraços!

    ResponderExcluir
  3. ou a quinta:
    MATRIX!!!\o/

    ResponderExcluir