segunda-feira, 13 de abril de 2009

Poema Sem Trema

Pensei em fazer um discurso, mais dessa vez vou ser mais direto ao ponto,
Ponto.
Você esta bolada comigo?
Você quer ficar comigo?
Você não quer mais falar comigo?
O que você quer de mim?
Diga-me o que quiser eu te direi tudo.
Seja você mesma
E mais uma vez pergunto direto ao ponto,
Ponto.
Você quer ficar comigo?
Eu sei que você não quer
Antes eu não aquentava, eu queria te querer.
Agora eu não ligo mais, não ligo mesmo.
Não vou ser clichê,
E muito menos michê,
Talvez eu seja um crupiê,
Sei que sempre vou te querer.
Mas não vou te amar como lhe amei,
Só digo uma coisa sincera:
Pelo menos você me rendeu um poema
Sem trema,
Sua megera.

8 comentários:

  1. AHuAuAuHAuHA boa Yan

    mas hein a mulé é esculaxada no final belo poema. mas é isso ai veja pelo lado bom, pelo menos rendeu um poema xD

    ResponderExcluir
  2. Hmmm. uma musa né ? =D

    Gostei. Bonita a esculhambação.
    Gostaria que muitos fossem direto ao ponto como você =)

    Parabéns !

    ResponderExcluir
  3. o mais legal...ningm entendeu nada!Sad but true...eu tendi tudo oO
    Mas ai...ta no caminho certo cara,vc ta com uma facilidade muito boa com as palavras...e o tema foi otimo =X

    ResponderExcluir
  4. até porque trema não existe mais

    ResponderExcluir
  5. Muito bom!!!!!!!!!

    Mom!

    ResponderExcluir
  6. Chama pra tomar uma cerveja e da na cara dela.


    Ps: realmente, precisamos beber.

    ResponderExcluir